domingo, 10 de agosto de 2014

espalhados pela casa #1 | a sombra do vento

"Não podes contar a ninguém aquilo que vais ver hoje, Daniel" é com esta frase que Carlos Ruiz Zafón nos leva, em primeira mão, a conhecer A Sombra do Vento




Este livro marcou decididamente a minha entrada no mundo da literatura forense e no mundo de Carlos Ruiz Zafón. Foi com este livro que este autor, hoje com 50 anos, me conquistou. Nesta história magnífica da descoberta de Daniel, com a ajuda do seu pai, do Cemitério dos Livros Esquecidos, este rapaz de apenas 11 anos vê-se empurrado para o um mundo de intrigas e de aventuras. 
O que é que vocês fariam se descobrissem que o único exemplar de um livro que vocês tanto adoram é aquele que vocês seguram na mão e que corre o risco de ser queimado? O que iriam pensar se descobrissem que na realidade o livro que estão a ler tem por detrás uma história de amor que só pode acabar em tragédia? Estas são as mesmas perguntas que o pequeno Daniel fez a si mesmo. Mas são também as mesmas perguntas que este rapaz prometeu a si mesmo solucionar. 
E é a partir do momento que Daniel sente, pela primeira vez na vida, aquele livro tocar-lhe as mãos, que percebe que a sua aventura começou! Percorrendo e desvendando as ruas da bonita Barcelona, Daniel Sempere decide não desistir e perceber o que leva uma jovem cega, um mendigo, uma velha abandonada e um polícia a ter tanto interesse por um livro e quais são os verdadeiros segredos desse livro. 
Portanto, preparem-se para serem apoderados pel'A Sombra do Vento e se juntarem a Daniel, Clara, Fermín, Nuria e Javier para descobrir todos os segredos de uma Barcelona dos anos 40 do século XX


Eu fiquei seriamente apaixonada pelo livro, bem como pelas palavras magníficas que o autor, com a magia de um mestre, utiliza para nos contar a história. Recomendo mesmo a sua leitura, não se vão cansar de o fazer nem se vão arrepender. É mesmo daqueles livros que vocês têm sempre vontade de ler e que aos poucos vão perdendo a noção do mundo real e acabam entrando e imaginando as ruas de Barcelona e vocês a percorrerem, lado a lado com o pequeno Daniel, as vielas de um Cemitério, de uma cidade e de um mundo que tanto tem para contar.
Posto isto, classifico o livro: 8/10.
E vocês, já leram este livro ou algum deste autor?

Qual livro me recomendariam ler? Qual livro gostavam que eu comentasse por aqui?

Facebook | Tumblr | Instagram

17 comentários:

  1. Nunca li mas, fiquei bastante curiosa e vou acrescentá-lo à minha lista para o ler mais tarde :)

    ResponderEliminar
  2. r: É não é? Também acho ahah.
    Desconheço esse livro, e também nunca li nenhum livro desse autor!

    ResponderEliminar
  3. R: assim fico mais tranquila :D ahahahah

    ResponderEliminar
  4. literatura forense nao é para mim xD
    r: nao pá, nem todas as caracteristicas sao iguais as dele mas aquele corpinho jasus ai :o
    oh e nao somos xD
    é ne? tambem acho mas enfim, faz parte ... :(

    ResponderEliminar
  5. r: eis a questão a qual nao te sei responder porque nem sequer sei o q ele significa para mim xD mas amor nao é, se calhar é algo parecido! tu ate gostas que me passe contigo, confessa lá xD

    ResponderEliminar
  6. r: é isso mesmo, tem sido tao bom ate agora, para que complicar?
    e eu gosto muito de ti <3 (epa aproveita que destas nao me sai todos os dias xD)

    ResponderEliminar
  7. Ai agora deixaste-me curiosa para ler!!

    *Beijinhos*
    Caty<3
    http://myfairytale4.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  8. Ups, ups, enganei-me no post em que estavas a comentar, eheh! Mesmo assim acho que não somos burros, estamos é num lugar que não cria oportunidades (por milhentas razões) :)

    ResponderEliminar
  9. Já ouvi tanto dele, já o vi em tanto sítio, mas nunca me chamou a atenção para o ler... Apesar de ser policial.
    Vai lá alguém perceber a minha pessoa!

    ResponderEliminar
  10. Não conhecia este livro mas fiquei com vontade de ler só pela primeira frase que transcreveste dele :)

    R: eu arranjei o meu perfetc man na minha faculdade mas olha que foi um grande achado, e complicado eheh e tive de esperar, esperar, esperar. Esperar é uma virtude muito grande mas difícil de concretizar com calma e paciência. Eu acredito que todos temos alguém que nos é destinado e que tu também o tens :) talvez esteja para breve encontrares o teu **** :D

    ResponderEliminar
  11. r: Já fui muito negativa, mas aprendi que com isso só me iria deprimir por isso adoptei a táctica inversa :) vais conseguir querida*

    ResponderEliminar
  12. r: obrigada pelo teu feedback em relação à nova rubrica querida :) sim, eles fizeram mesmo isso. Acho tão rídiculo que nem sei bem o que dizer, sinceramente... Isto é quase como eu ir a França e ter a Torre Eiffel à frente mas ir ao "Fórum Paris" (que acabei de inventar) em vez de subir a Torre, portanto é o cúmulo da estupidez ;) força querida, eu sei que a vida te vai sorrir e que o tempo de esperar vai valer a pena pois quando chegar alguém vai ser alguém que valha a pena e te valorize como mereces :)

    ResponderEliminar
  13. r: há coisas que nem com o tempo mudam, acredita eu sei :\

    ResponderEliminar
  14. Pela forma como descreveste o livro, só podes mesmo ter ficado apaixonada! Cativou-me imenso, não tivesse eu em casa tantos livros por ler, e penso que ia já este, haha.

    ResponderEliminar
  15. Este livro li-o há imensos anos e fiquei apaixonada, é um livro que nos cativa! Alias todos os livros dele cativam! Acabei de ler há umas semanas o novo livro dele("As Luzes de Setembro") e é igualmente bom mas refiro sempre este quando alguém me pede conselho para um livro (é impossivel nao gostar!).
    Como é que posso seguir o teu blog?:o
    Beijinhos,
    prettylittlebeautylife.blogspot.pt

    ResponderEliminar